PROJETO NOVOS OLHARES NOV/2020 4/15

Desenho Urbano sensível às águas com foco na reabilitação do riacho Sítio dos Pintos

Universidade Federal de Pernambuco – Recife/PE

O projeto propõe um planejamento a nível de bacia com um desenho sensível, o projeto visa subverter o modo tradicional planejamento dissociada do ciclo hidrológico, prezando pela importância de legibilidade e visibilidade dos espaços naturais para preservação dos corpos d’água e senso de comunidade.

Fotografias autorais do riacho, da comunidade e do workshop desenvolvido pela ONG Associação Águas do Nordeste com os moradores.

O presente trabalho se debruça sobre a temática das águas urbanas. Através do entendimento da importância dos corpos d’água e os impactos da urbanização, buscou-se estudar conceitos que aliam a drenagem e gestão das águas urbanas ao campo conceitual de paisagismo, chegando em soluções de Desenho Urbano Sensível às Águas (DUSA) apropriadas ao contexto local.
O riacho Sítio dos Pintos, em Recife (PE), foi escolhido como objeto de estudo, tendo em vista sua importância por se tratar de um curso d’água urbano ainda não totalmente artificializado inserido numa Unidade de Conservação da Natureza (UCN) dentro de cujo plano de manejo está sendo elaborado de modo participativo.

Contexto. Sobreposição dos limites formais municipais e estaduais, limite da sub-bacia e mapas desenvolvidas para analisar a morfologia do território. Fonte: Elaborado pelo autor com bases geográficas ESIG/PCR, ANE.

Tendo como base o projeto socioambiental “Paisagem, História e Cidadania Ambiental na UCN Sítio Dos Pintos”, desenvolvido pela Associação Águas do Nordeste (ANE) com os moradores, e o referencial teórico e conceitual que baseia a abordagem de DUSA e na compreensão da paisagem, elaborou-se uma proposta de intervenção urbana-paisagística a nível de diretrizes físicas.
O projeto teve a água como elemento central na concepção, buscando promover alternativas que contribuam para a reabilitação do riacho em suas funções no ciclo hidrológico urbano, aliada a uma proposta de requalificação das comunidades da sub-bacia.

Mapa Síntese com diretrizes físicas e estratégias sensíveis às águas para sub-bacia de Sítio dos Pintos. Foram considerados pontos levantadas pelas participantes dos workshops desenvolvidas pela ANE. Fonte: Elaborado pelo autor com bases geográficas ESIG/PCR, ANE.

 

Proposta de Parque com diretrizes físicas e soluções de desenho sensível às aguas. Fonte: Elaborado pelo autor com bases geográficas ESIG/PCR, ANE.

 

Cortes esquemáticas conceituais do parque, integrando e conectando o riacho, ambiente natural e construído. Fonte: Elaborado pelo autor.

Autor:

Jonas Bailey Athias

Orientação:

Fabiano Rocha Diniz

Share Button